Rio Grande do Sul terá segunda chuvosa, mas restante da semana com tempo seco


Segundo a Somar Meteorologia, Paraná ainda terá a terça mais chuvosa e depois a janela de tempo seco se estenderá igual ao estado vizinho. Confira a previsão para 15 dias!

Ainda chove forte no Rio Grande do Sul, em especial nas áreas que fazem fronteira com a Argentina, por conta de uma área de baixa pressão atmosférica no Paraguai e mais a passagem de uma frente fria. Além disso entre o Paraná e São Paulo as chuvas acontecem pela formação de áreas de instabilidade.

Na metade Sul do país o destaque foi o vento de mais de 70 km/h. No Norte e no Nordeste o que chama a atenção são os volumes elevados de chuva, como no final de semana no Ceará, onde a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é uma faixa de nuvens mais carregada e provocada pelo encontro dos ventos dos dois hemisférios, trouxe mais de 100 mm de chuva no estado. Já entre à noite de ontem e esta madrugada, a região que mais choveu foi o Pará, devido ao calor, alta umidade e mais os ventos em altitude.

SUL

A frente fria avança ainda mais pela região Sul e dessa vez o sistema migra as instabilidades mais intensas desde o norte gaúcho até o interior do Paraná. Há risco para grande volume de água e risco para temporais com alagamentos, com acumulados de chuva bastante expressivos principalmente no interior paranaense e oeste catarinense, garantindo um dia bastante fechado e com chuva a qualquer hora. Enquanto que, no sul do Rio Grande do Sul as instabilidades diminuem, e as pancadas serão de forma pontual e isolada. As temperaturas diminuem ainda mais onde a chuva é persistente, devido ao tempo mais fechado.

Pedido realizado por Fernando Fantinel Trevisol

SUDESTE

Na segunda-feira, uma frente fria ainda no Sul do país alimenta as instabilidades no estado de São Paulo, sul de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, principalmente na faixa litorânea onde os volumes podem ser mais significativos. Em áreas da metade norte do Estado de São Paulo, não se descarta a condição para eventual queda de granizo, além de descargas elétricas. Nos demais estados da região, as pancadas serão com menor volume de água e de forma mal distribuída. O calor segue predominando em todo o Sudeste.

 

Pedido realizado por Rodrigo Lonardoni

 

CENTRO-OESTE

Os ventos no alto da atmosfera ajudam a manter o tempo instável em todos os estados do Centro-Oeste ao longo desta segunda-feira. As pancadas de chuva devem ocorrer a qualquer hora do dia, mas principalmente na parte da tarde e não se descarta o risco para trovoadas nos três estados e no Distrito Federal. No oeste e na metade sul de Mato Grosso do Sul o risco para temporais é maior. As temperaturas seguem elevadas, por causa de alguns períodos de sol ao longo do dia.

Pedido realizado por Diego Bertuol

Pedido realizado por Vinícius Magalhães

NORDESTE

Ventos em altos níveis alimentam as instabilidades em grande parte da região. Chove mais forte na faixa norte, onde a zona de convergência intertropical atua, enquanto na Bahia as pancadas seguem pontuais, e assim o predomínio é de sol ao longo do dia, aumentando ainda mais a sensação de calor.

NORTE

Chove mais uma vez em toda a Região, por conta da combinação de calor e umidade. Pode chover a qualquer hora do dia. As temperaturas seguem em elevação em todos os estados.

Veja mais notícias sobre soja



Source link